Em Destaque

Solenidade de Pentecostes, um convite a sermos dócil ao Espírito

P ercorremos exatos cinquenta dias do tempo Pascal e com a solene celebração de Pentecostes [1] chegamos ao fim deste tempo e ret...

quarta-feira, 13 de julho de 2011

Liturgia Diaria


Leituras Relacionadas ao dia 13/07/2011 - CNBB

Verde. 4ª-feira da 15ª Semana Tempo Comum

1ª Leitura - Ex 3,1-6.9-12
Apareceu-lhe o anjo do Senhor
numa chama de fogo, do meio de uma sarça.
Leitura do Livro do Êxodo 3,1-6.9-12
Naqueles dias:
1Moisés apascentava o rebanho de Jetro, seu sogro,
sacerdote de Madiã.
Levou um dia, o rebanho deserto adentro
e chegou ao monte de Deus, o Horeb.
2Apareceu-lhe o anjo do Senhor numa chama de fogo,
do meio de uma sarça.
Moisés notou que a sarça estava em chamas,
mas não se consumia, e disse consigo:
3"Vou aproximar-se desta visão extraordinária,
para ver porque a sarça não se consome".
4O Senhor viu que Moisés se aproximava para observar
e chamou-o do meio da sarça, dizendo: "Moisés! Moisés!"
Ele respondeu: "Aqui estou".
5E Deus disse: "Não te aproximes!
Tira as sandálias dos pés,
porque o lugar onde estás é uma terra santa".
6E acrescentou:
"Eu sou o Deus de teus pais, o Deus de Abraão,
o Deus de Isaac e o Deus de Jacó".
Moisés cobriu o rosto, pois temia olhar para Deus.
9E agora, o clamor dos filhos de Israel chegou até mim,
e vi a opressão que os egípcios fazem pesar sobre eles.
10Mas vai, eu te envio ao Faraó,
para que faças sair do Egito o meu povo,
os filhos de Israel".
11E Moisés disse a Deus:
"Quem sou eu para ir ao Faraó
e fazer sair os filhos de Israel do Egito?"
12Deus lhe disse: "Eu estarei contigo;
e este será o sinal de que fui eu que te enviei:
quando tiveres tirado do Egito o povo,
vós servireis a Deus sobre esta montanha".
Palavra do Senhor.

Salmo - Sl 102,1-2.3-4.6-7 (R. 8a)
R. O Senhor é indulgente, é favorável

1Bendize, ó minha alma, ao Senhor,*
e todo o meu ser, seu santo nome!
2Bendize, ó minha alma, ao Senhor,*
não te esqueças de nenhum de seus favores!R.

3Pois ele te perdoa toda culpa,*
e cura toda a tua enfermidade;
4da sepultura ele salva a tua vida*
e te cerca de carinho e compaixão.R.

6O Senhor realiza obras de justiça *
e garante o direito aos oprimidos;
7revelou os seus caminhos a Moisés, *
e aos filhos de Israel, seus grandes feitos.R.

Evangelho - Mt 11,25-27
Escondeste estas coisas aos sábios e entendidos
e as revelaste aos pequeninos.
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus 11,25-27
25
Naquele tempo, Jesus pôs-se a dizer:
"Eu te louvo, ó Pai, Senhor do céu e da terra,
porque escondeste estas coisas aos sábios e entendidos
e as revelaste aos pequeninos.
26Sim, Pai, porque assim foi do teu agrado.
27Tudo me foi entregue por meu Pai,
e ninguém conhece o Filho, senão o Pai,
e ninguém conhece o Pai, senão o Filho
e aquele a quem o Filho o quiser revelar.
Palavra da Salvação.

Reflexão - Mt 11, 25-27
O conhecimento de Deus é diferente de todas as outras formas de conhecimento das quais o ser humano é capaz. De fato, temos diversas formas de conhecimento, como o racional, o científico, o vulgar e o mitológico, entre outros, que encontram a sua origem na nossa relação com as coisas e as pessoas que conhecemos e que se tornam de alguma forma objeto do nosso conhecimento. Com Deus, a coisa é diferente. A mente humana é incapaz de, por si só, chegar até o conhecimento de Deus. Só conhecemos a Deus porque, no seu infinito amor, ele revelou-se a todos nós. É o amor de Deus que, sabendo que somos incapazes de chegar até ele, vem até nós.

Não perca tempo, faça um curso online!

Canal aberto para quem admira, estuda, ou tem curiosidade sobre assuntos ligados as ações litúrgicas da Igreja.